Prefeitura e COHAPAR vistoriam terreno onde será construído o Condomínio do Idoso – Programa Viver Mais Paraná

Publicado em:

Campo Magro é um dos cinco municípios do estado que atenderam os critérios técnicos exigidos pela Companhia de Habitação do Paraná (COHAPAR), e terá a implantação do condomínio do idoso, um projeto que terá um investimento de R$ 5 milhões.

O terreno fica da Rua Miguel Filus, ao lado da Igreja Católica do Bairro Jardim Bom Pastor.

 

Nesta quinta-feira (15) o Prefeito Casagrande e o Vice Osmar acompanharam os técnicos da COHAPAR até o Bairro Bom Pastor onde está o terreno que o município destinou para a execução do projeto. “Preparamos toda a documentação e fomos contemplados com esse maravilhoso projeto, quero agradecer toda a minha equipe e em especial ao nosso Governador Ratinho Junior e ao nosso Deputado Estadual Hussein Bakri pelo apoio, eles nos ajudaram muito nessa conquista que vai beneficiar muitas famílias do nosso município”- Casagrande, Prefeito de Campo Magro.

Acompanharam a vistoria: Presidente da Câmara Vereador Josnei Rosa, Vereadora Cristina Balestra, Vereador Roberto Leal, Secretario de Planejamento Marcelo Soares, Coordenadora de Capitação de Recursos Simone Nunes, Diretor de Urbanismo Marcio Moure.

Representando a COHAPAR : Thania Mazetto – Técnica em Desenvolvimento Social, Manoela Porciuncula – Arquiteta e o Chefe do Departamento de Analise Técnica João Bachaman.

Condomínio do Idoso
Voltado a pessoas de baixa renda com mais de 60 anos, com renda de 1 a 6 salários mínimos, sozinhos ou em casal. O empreendimento contará com 40 moradias adaptadas com completa infraestrutura de saúde, assistência social e lazer. A prioridade de seleção é para idosos que moram em áreas de risco, com deficiência ou que pagam um valor alto de aluguel que compromete a renda da família. Os escolhidos poderão residir nas casas por tempo indeterminado, mediante o pagamento de um aluguel social correspondente a 15% de um salário mínimo (R$ 156,75 atualmente).
Após a desocupação, as unidades serão direcionadas ao atendimento dos próximos inscritos, conforme fila de prioridade do programa.