15 de junho Dia Mundial de Combate à Violência Contra a Pessoa Idosa

A prefeitura de Campo Magro através da Secretaria de Ação Social, Esporte e Lazer (SEAEL) e a Secretaria Municipal  de Saúde (SESAU)  realizaram na data de ontem 14 de junho de 2017, ações em conjunto com o  Conselho Municipal da Pessoa Idosa. O ato marca a passagem do dia 15 de junho, Dia Mundial de Combate à Violência contra a Pessoa Idosa, o principal objetivo é levar até a sociedade este tema e chamar a atenção para que aconteça uma maior  reflexão e conscientização sobre o assunto.
Durante o dia foram realizadas blitz informativas no transito com entrega de panfletos em vários pontos da cidade, no Centro em  frente a prefeitura uma das equipes da (SESAU) antedeu a população em um ponto fixo, onde foram realizados vários exames.

A equipe enfermagem da (SESAU) realizou vários atendimentos

Blitz informativa  no transito, bairro Boa Vista I

LEI N°- 10.741 DE 01/10/2003
ESTATUTO DO IDOSO
Art. 3°-  É obrigação da família, da comunidade, da sociedade e do Poder Público assegurar ao idoso, com absoluta prioridade, a efetivação do direito à vida, à saúde, à alimentação, à educação, à cultura, ao esporte, ao lazer, ao trabalho, à cidadania, à liberdade, à dignidade, ao respeito e à convivência familiar e comunitária.
Art. 4°- Nenhum idoso será objeto de qualquer tipo de negligência, discriminação, violência, crueldade ou opressão, e todo atentado aos seus direitos, por ação ou omissão, será punido na forma da lei.
Idoso é toda pessoa com idade igual ou superior a 60 anos.
Violência contra a pessoa  é considerado qualquer ato único ou repetido que cause dano ou sofrimento ao idoso. Existem vários tipos  de violência como a discriminação, coerção, constrangimento, danos econômicos ou patrimoniais e agressão física, psicológica, moral, sexual e social.
No Estatuto do Idoso estão previstas punições para aqueles que violam de alguma foram os direitos dos idosos, com pena que vão de 6 meses a 4 anos de reclusão.
VIOLÊNCIA CONTRA A PESSOA IDOSA É CRIME, NÃO SE CALE, DENUNCIE!
DISQUE IDOSO: 0800-410001  
DISQUE DIREITOS HUMANOS:100